terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Lula diz que protestará contra censura do WikiLeaks



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a criticar as ações contrárias ao WikiLeaks. Após  criticar a prisão do fundador da página, Julian Assange, o presidente se mostrou disposto a participar do combate à censura ao site que divulga documentos secretos da diplomacia americana.

Ao discursar na cerimônia de entrega do Prêmio Nacional dos Direitos Humanos, no Palácio do Planalto, Lula declarou que protestará a favor da liberdade de imprensa, que segundo ele "é total e absoluta" , quando deixar a Presidência. Ele também afirmou que continuará em contato com o público em protestos e passeatas, mas que isso nunca será feito contra Dilma.

Em 09 de dezembro, Lula já havia defendido Assange e criticou quem "escreveu as bobagens" e disse que quem as divulgou não deve ser culpado.

Fonte: SRZD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, assim saberemos o que você gosta, pensa, quer!

Chat