terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Assange exalta apoio de Lula e critica vice-presidente dos EUA

Na primeira entrevista após ser libertado de prisão britânica, Julian Assange elogiou o apoio dado a ele e à organização pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e respondeu ao vice-presidente dos Estados Unidos, Joseph Biden, que o chamou de "terrorista". Assange, responsável pelo vazamento de mais de 250 mil documentos diplomáticos dos EUA, é acusado de crimes sexuais na Suécia.

“Recebemos apoio em escala mundial, especialmente na América do Sul e Austrália. Mas quanto mais próximo está um homem do poder, menos predisposto está a nos apoiar, provavelmente porque tem mais a perder. Nos últimos dez dias, temos visto gente, incluindo próximas do poder, que demonstraram seu apoio. [Lula] é um caso especial, porque está deixando o cargo, e isso lhe permite ser mais direto do que havia sido. Já não tem que prestar nenhuma lealdade aos Estados Unidos”, disse Assange ao jornal espanhol El País.

Quando questionado a respeito das acusações feitas por Biden nesta semana que Assange seria um "terrorista" e que os EUA estão considerando tomar ações jurídicas contra ele, o criador do Wikileaks respondeu que “de acordo com o vice-presidente norte-americano, a verdade sobre os Estados Unidos da América, é terrorismo”.

Fonte: Opera Mundi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, assim saberemos o que você gosta, pensa, quer!

Chat